O que é Marketing de Conteúdo e por quê adotá-lo

,

 

Embora nosso nicho tenha crescido significantemente na última década, ele ainda é um mercado promissor e com grandes possibilidades de expansão no Brasil, já que cada vez mais clientes procuram bons produtos e o melhor atendimento para seus bichinhos. A boa perspectiva não é sem precedentes: um levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) revela que o setor movimentou cerca de R$ 16 bilhões em 2014, com um aumento de mais de 8% em relação a 2013.

Dessa forma, com mais de 100 milhões de animais de estimação no Brasil e com um público cada vez mais exigente, é preciso apostar em estratégias de atração e conversão dos clientes. Dentre essas estratégias está o marketing de conteúdo, fundamental para qualquer player do segmento pet que deseje sucesso nos dias atuais. E para te mostrar como essa técnica de marketing é capaz de trazer benefícios ao mercado VET e PET, fizemos este post que certamente fará você considerar o uso essa estratégia.

O que é e como funciona o marketing de conteúdo?

marketing de conteúdo é a criação ou curadoria de conteúdo altamente relevante e compartilhado para um nicho específico. Com o marketing de conteúdo é possível tornar-se uma autoridade no segmento de atuação, já que atualmente os consumidores procuram por muito mais do que uma relação de compra e venda. Com o desenvolvimento das redes sociais e da própria internet, os clientes procuram formas de criar um relacionamento de confiança com a marca, resultando assim na aquisição de serviços ou produtos. Assim, o marketing de conteúdo é responsável por atrair pessoas interessadas em algo vinculado ao que você oferece — os chamados “leads qualificados”.

Além disso, também é possível fidelizar os clientes anteriores com o marketing de conteúdo, já que é muito mais barato reter um cliente do que atrair um novo.

Dessa forma, a lógica do marketing de conteúdo estrutura-se, basicamente, na troca de experiências entre empresa e consumidor, além da oferta de soluções direcionadas para os clientes. Os clientes estão interessados em consumir muito mais do que apenas produtos ou serviços: eles também querem informação. E o marketing de conteúdo vem para suprir exatamente isso.

Quais são os gastos com a estratégia de marketing de conteúdo?

Dados fornecidos pela Demand Metric mostram que o custo com o marketing de conteúdo é até 62% menor do que com outros tipos de marketing — on-line ou off-line —, e atrai três vezes mais leads. Os dados do Hubspot só ajudam a comprovar: estima-se que empresas norte-americanas economizem 20 mil dólares ao ano com o uso de inbound marketing.

Além disso, o crescimento do marketing de conteúdo disparou na última década: a Custom Content Council and ContentWise revela que de 2000 até 2012 o investimento de empresas americanas em marketing de conteúdo cresceu cerca de 148%.

Assim, o marketing de conteúdo para empresas não é apenas uma vantagem competitiva, como também uma necessidade, pois é a maneira mais eficiente de atingir o público-alvo e ainda ganhar confiança e o título de autoridade sobre o assunto. Em adição, essa é uma tendência que só tende a crescer: a previsão de aumento de investimento em marketing digital em 2015 é de 17%, de acordo com a Gartner.

Mas por que investir em marketing de conteúdo no mercado pet?

O mercado PET vêm crescendo no Brasil, e com isso, mais empresas estão entrando, também, no ambiente online. Com isso, surge a necessidade de investir no marketing de conteúdo para conseguir obter o sucesso esperado. Dentre os motivos para ter esse investimento, os principais são:

  • Traz vantagem competitiva

Muitas empresas do mercado PET ainda não se deram conta da necessidade de investir no marketing digital. Das que já notaram a necessidade, “nem todas investem no marketing de conteúdo”. Assim, quando uma empresa do ramo investe na produção de conteúdo direcionado e de alta qualidade, ela cria uma vantagem competitiva sobre as outras. Isso desenvolve não apenas um destaque da concorrência, mas também faz com que a marca seja mais divulgada. Vou dar alguns exemplos de nichos específicos que podem começar a pensar na estratégia de marketing de conteúdo:

Médicos Veterinários: O médico veterinário especializado que quer atrair mais tutores para sua clínica através de conteúdo, pode usar a estratégia a seu benefício ganhando autoridade e relevância quanto a seus colegas, poderia aqui colocar as 10 vantagens de o médico veterinário começar a fazer conteúdos, mas deixarei para uma próxima oportunidade.

Adestradores e especialistas em comportamento animal: Estes profissionais também se beneficiarão com o marketing de conteúdo, ensinando conceitos e técnicas básicas sobre as problemáticas do dia a dia de seus potenciais clientes.

Pet Shop com serviços de banho e tosa:  Imagine agora seu  bairro de atuação e sua pet shop é a única empresa que produz conteúdo sobre variados assuntos como comportamento, Adestramento, Alimentação, Nutrição, Cuidados e Higiene, enfim, conteúdos pensados estrategicamente voltados a informação como forma de prevenção, com está ação o conteúdo vai de fato fazer com que sua pet shop seja reconhecida no bairro de atuação pois está entregando valor através de conteúdo ajudando na recorrência na compra de seus serviços e produtos.

Mercado B2B

Para o mercado B2B, as vantagens de produção de conteúdo são muitas mas vou deixar para falar sobre o B2B em outro Post, por serem mais complexo e extenso.

  • Custos menores

Como esse tipo de marketing custa até 62% menos e como muitas empresas do mercado PET são de pequeno ou médio porte, investir em marketing de conteúdo é uma possibilidade para atender a um orçamento pequeno, mas ainda assim conseguir os resultados desejados.

Como menos dinheiro é necessário para alcançar resultados igualmente positivos, mais investimentos podem ser feitos na estrutura ou expansão do negócio, por exemplo.

  • Atrai novos clientes em potencial

A pesquisa “Interconnected World: Shopping and Personal Finance”, de 2012, mostra que 44% das compras online começaram com uma pesquisa em mecanismos de busca. Por isso, ter conteúdo para oferecer para seus clientes e leads faz com que eles mantenham interesse em sua marca.

Além disso, o compartilhamento de conteúdo leva a uma natural divulgação da sua marca, portanto, mais pessoas passam a conhecer sobre seu negócio e a considerá-lo como uma opção de compra.

  • Transforma a empresa em uma autoridade

Como a empresa informa, soluciona problemas e tira dúvidas, ela passa a se tornar uma referência e autoridade sobre o tema no mercado. Isso é ainda mais intenso no mercado pet, já que muitas empresas não fazem isso, fica mais fácil seu conteúdo se destacar entre os demais.

  • Aumenta as vendas

Em última análise, o marketing de conteúdo aumenta a taxa de conversão em vendas. De acordo com dados da Rock Content, empresa focada no setor de marketing online, as empresas que utilizam o marketing de conteúdo possuem uma taxa de conversão 6 vezes maior do que as empresas que não fazem uso.

O aumento de vendas não ocorre apenas entre novos clientes, já que maior passa ser a retenção de clientes que já compraram uma vez. Isso se deve ao fato de que o consumidor prefere consumir de quem confia. Como o consumidor passa a confiar não apenas nos seus serviços, mas também nas suas informações, maiores são as chances de venda.

Saiba que o caminho do marketing de conteúdo é menos tortuoso e mais barato do que outras estratégias, justificando-se o investimento na estratégia. Para as empresas PET por sua vez, isso é muito mais latente, já que pode trazer resultados competitivos ainda melhores.

Entre em contato conosco e peça um orçamento

ORÇAMENTO

Clínica veterinária: vale a pena contratar uma agência de marketing?

Estamos passando por um período difícil. A crise atinge, de todas as maneiras, as mais variadas áreas de comércio e serviços em todo Brasil. E é neste momento que nós precisamos pensar: qual é a melhor estratégia para atrair e conquistar meu público para mais perto do serviço que minha empresa oferece?

Segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária, o Brasil é o país que mais forma veterinários no mundo. Por conta disso, você deve ter em mente: o que te diferenciará dos demais? O que te fará mais do que um bom profissional da área? Grandes comunicadores dizem que você pode ser excelente, mas se você não comunicar isso, será facilmente esquecido.

Diante desse cenário, você deve estar ainda se perguntando: Mas como tornar a comunicação da minha clínica veterinária mais eficiente? Será que vale mesmo a pena contratar uma agência especializada no assunto?

Para ajudá-lo nessa tarefa, separamos algumas dicas explicando porque vale a pena contratar uma agência de marketing e como isso influenciará diretamente o desempenho da sua clínica. Confira!

A importância de investir na marca

A sua marca é o seu ponto forte, o meio pelo qual as outras pessoas vão te identificar. Se você não for visto, e não for visível, dificilmente será lembrado. Por isso, uma agência de marketing cria o que chamamos de identidade visual, colocando tudo o que você quer dentro de um conceito e transformando isso em algo extraordinário, que será visto por todos.

A agência de marketing colocará dentro dessa identidade tudo o que você quer passar com a sua clínica, e isso será consequentemente passado para seus clientes e futuros clientes.

Seja ativo nas suas estratégias de marketing digital

O novo consumidor está presente no mundo digital e, com certeza, antes de escolher a clínica veterinária ideal para levar o seu pet, vai fazer uma boa pesquisa e, então, escolher aquela que considera a melhor, seja através das informações contidas na sua página do Facebook ou do blog, por exemplo. Além disso, não tem como falar de “ser visível” sem falar um pouco sobre os mecanismos de busca da internet — com dicas de otimização do seu site, táticas de SEO, publicação constante e de qualidade, você vai ganhando credibilidade e passa a ser achado com mais facilidade.

Hoje em dia, quem não está na internet, praticamente não existe aos olhos da busca. Por isso, uma agência de marketing o auxiliará na adoção das melhores estratégias de marketing digital e também na criação do seu blog e website. Outro ponto em que ter a ajuda de uma equipe especializada no assunto será de extrema importância é na escolha e criação das redes sociais adequadas ao seu nicho e nas quais se encontram os seus possíveis clientes.

A agência de marketing te direcionará a uma mídia social, que será bem estruturada e te manterá conectado com os seus clientes, fidelizando-os e os tornando-os verdadeiros “parceiros” do seu negócio!

Crie diferentes formas para fidelizar seus clientes

Por falar em fidelização de clientes, você sabia que, quanto mais estreito e frequente for o seu relacionamento com eles, mais satisfeitos estes ficarão? Tudo isso porque, além de adquirirem os serviços da sua clínica, eles obtiveram respostas rápidas, fáceis de entender e não ficaram com nenhuma dúvida a respeito – isso é muito importante.

Uma agência de marketing digital fará pesquisas aprofundadas sobre seu público atual, e direcionará campanhas e ações de marketing para este público – tanto oferecendo novos serviços, quanto melhorando os serviços já oferecidos. Tudo para complementar a relação entre a clínica veterinária e cliente.

Portanto, se você ainda tinha dúvidas sobre a necessidade de contratar uma agência de marketing, saiba que profissionais especializados podem fazer o melhor por você e pela sua clínica, poupando seu tempo, melhorando o relacionamento com os seus clientes e trazendo um retorno financeiro direto e visível.

Gostou do post? Comenta aqui embaixo. Queremos saber a sua opinião sobre o assunto!

 

4 razões para o mercado PET investir em Marketing Digital na crise

O tanto que se tem falado no mundo sobre os problemas com a economia — e suas graves consequências — está assustando a muitos, principalmente os empreendedores, que ficam receosos e, por muitas vezes, decidem cortar seus investimentos em marketing digital durante a crise. Não se deve ignorar a existência da crise, afinal, ela persistirá por tempo indeterminado — e sabemos que a economia não será reestabilizada tão cedo. Mas esses problemas realmente devem pressionar a sua empresa para baixo, fazendo com que as “folhas enxugadas” impliquem no seu crescimento?

Tanto o mercado PET quanto o VET crescem a cada ano, sendo o Brasil o segundo maior mercado do mundo. Da mesma forma que consumidores não abrem mão de proporcionar o melhor para seu animal de estimação, eles também não abrem mão de utilizar a internet para fazer diversas coisas, principalmente compras. Com tantos internautas dispostos a dedicar parte do orçamento aos seus pets, torna-se nítida a ideia de que investir em marketing digital seja um grande negócio mesmo em tempos de crise. E para te provar isso, listamos 4 motivos para você não temer ao investir em marketing digital em contextos de adversidade financeira. Acompanhe!

Baixo custo de investimento

Investir em marketing digital é completamente viável em todos os aspectos, principalmente com relação ao valor que se investe. A começar pelo fato de que a otimização de um blog corporativo, tal como seus conteúdos, exige que pouco dinheiro seja desembolsado.

Aquele possível cliente, propício a comprar brinquedos inteligentes para seu cão ou que tenha um animal que impreterivelmente necessite de tratamento veterinário, se interessa, primeiramente, em entender como produtos e serviços podem contribuir e fazer valer seu investimento. Explorar as necessidades dos clientes é um grande meio de aproximação, podendo ser um fator determinante para que eles sejam fidelizados à sua empresa.

O impacto desse baixo investimento gera um impacto maior do que muitas mídias tradicionais. Trabalhar com conteúdo de qualidade e estratégias de SEO bem executadas resulta em geração de leads qualificados, e o melhor: a um baixo custo por cliente. Mesmo os meios que aparentemente demandem mais dinheiro, acabam se tornando mais baratos, recebendo um grande retorno de investimento (ROI).

Segmentação de anúncios

Segmentação_de_anúncios_-_Quem_voce_quer_que_seus_anuncios_alcancem

A segmentação do público que ocorre por meio de ações citadas anteriormente, também pode ocorrer por meio de anúncios em serviços adwords. Isso é, ao criar uma campanha de anúncios e determinar o CPC (Custo por Clique), o anunciante pode utilizar das ferramentas de segmentações para que sua comunicação seja direcionada a um público específico, seja pelas palavras-chave por ele acionadas, ou pelo seu interesse, canais de acesso (vídeos, jogos, feeds de notícias, entre outros). Adwords é um serviço que vem se expandindo há um tempo, já estando presente até mesmo em mídias sociais, como o Facebook.

Mensuração de resultados

Baixo custo de investimento

O marketing digital é altamente preciso para mensurar os resultados, apontando o que pode ser ajustado para que se tenha uma estratégia otimizada. Para isso é necessário contratar algum tipo de vidente? Felizmente, não. Isso porque a internet possibilita, através de dados coletados da navegação do usuário, que a empresa analise métricas como a origem de tráfego. Caso boa parte dos visitantes provenha de pesquisas do Google, isso indicará que o foco maior deve ser em SEO ou adwords. Se há pouco tráfego oriundo do LinkedIn, por exemplo, há de se reaver as estratégias adotadas para a mídia social.

Destaque-se nos resultados de busca

Utilize_as_Tags

Que empreendedor nunca almejou ver o site de sua empresa entre os primeiros resultados do Google, Yahoo e derivados? A fórmula para isso não leva em conta o dinheiro, como muitos podem pensar. A base de tudo está nas técnicas SEO, que são dedicadas à otimização de páginas, visando melhorar suas posições no rankeamento dos motores de busca. O funcionamento dessas técnicas ocorre por maneiras corretas de utilizar palavras-chave, aplicando-as em todo o conteúdo da página, fazendo com que elas sejam qualificadas de acordo com os critérios estabelecidos pelos buscadores, conquistando assim melhor posicionamento.

Ainda há dúvidas em porque investir em marketing digital na crise?

Com tantas vantagens que se pode obter, fica nítida a percepção de que investir em marketing digital na crise não é uma despensa. Trata-se de uma área que privilegia a criatividade que, por vezes, surge nos momentos mais difíceis.

Não tenha dúvidas de que o famoso ROI irá explicar em números a diferença que faz o marketing digital como estratégia para driblar a crise.

Você está gostando desse post?  

Então cadastre o seu e-mail abaixo para ser o primeiro a receber novos artigos como esse diretamente no seu e-mail.

Aproveite para deixar suas dúvidas e opiniões nos comentários, curtir e compartilhar nas redes sociais!

 

Como posso medir o Retorno sobre o Investimento do Marketing Digital

O Marketing Digital é uma das estratégias mais eficazes e viáveis para a divulgação do seu negócio, seja uma Clínica Veterinária, Pet Shop, Hospital Veterinário ou qualquer player do ramo Pet que sua empresa se encontra. Mas para saber se o seu trabalho nesse sentido tem dado resultado, algumas avaliações e alguns cálculos são necessários a fim de descobrir com mais exatidão se tudo está indo de acordo com os conformes, ou testes visando mudanças são necessários.

Pensando nisso, nosso post de hoje irá te auxiliar a como medir o ROI do marketing digital. Lembrando que o ROI significa “return of investment”, ou em português, o “retorno sobre investimento”, medidor que indica o desempenho em ações de divulgação. Isso é importantíssimo para que você consiga avaliar quais são os tipos de estratégias de campanha que valem a pena você dar uma atenção redobrada, e o que você precisa melhorar para que seu investimento não se torne mais uma despesa. Acompanhe conosco para descobrir!

O Conceito de ROI

ROI pode ser definido como o resultado obtido através de alguma forma de investimento (nesse caso, o investimento em marketing digital). O calculo do ROI fornece valor líquido resultante da relação entre o investimento e as despesas com o marketing digital. Desta forma, a fórmula básica de cálculo dessa métrica é: ROI = investimento, dividido pelo lucro líquido. Para que essa conta apresente o resultado correto, todas as despesas com investimentos em links patrocinados, mídias sociais, e-mails marketing, e todas as demais formas de divulgação, bem como o gasto com mão de obra usada para fazê-la, que gerou algum gasto deverão ser incluídos.

Calculando o ROI

calculo_de_roi_marketing_pet

O conteúdo do seu blog tem atraído mais clientes para a sua marca? As vendas aumentaram depois que links patrocinados foram adquiridos, ou uma fanpage foi criada? Você só conseguirá ter certeza absoluta disso após o ROI ser calculado.

No tópico acima, simplificamos bastante algo que pode parecer complicado, como reunir todos os gastos com a manutenção de seu site ou blog, gestão de mídias sociais, e os demais aportes dados para ações de marketing digital. O ideal é que se tenha tudo organizado para que se facilite a aplicação da fórmula em planilhas de excel ou outros meios.

Ganhos além dos financeiros

Antes de partir para o cálculo do ROI, saiba que métricas como quantidade de visitas, número de leads gerados, entre outras a serem trabalhadas, devem estar muito bem definidas, pois nem todo retorno sobre investimento é dado através dos ganhos financeiros. Através dos investimentos em marketing digital, o tráfego de seu blog ou site poderá aumentar, assim como a quantidade de pessoas interessadas que deixarão contatos para retorno, e esses são tipos de métricas que não podem ser ignoradas no cálculo do ROI, mas sim transformadas em números que podem ser calculados como lucro líquido.

Convertendo dados em mais audiência

Convertendo dados em mais audiência

Para reverter os dados dos resultados obtidos com as ações nas redes sociais em mais fluxo de visitantes, o Google Analytics é a ferramenta ideal da qual você pode lançar mão, através do parâmetro “valor social”. Através do cálculo do ROI nesse contexto, decisões importantes sobre quais são as melhores redes sociais, ou qual é o melhor tipo de conteúdo para o seu público-alvo, podem ser tomadas de forma a tornar sua marca mais participativa no mercado e, consequentemente, fazer com que o seu negócio seja mais lucrativo.

Você está gostando desse post sobre Como  medir o Retorno sobre o Investimento do Marketing Digital?

 

Como saber se a estratégia de Marketing Digital da sua clínica veterinária e petshop está gerando resultados?

O marketing digital para petshops e clínicas veterinárias pode ser um grande aliado na conquista de novos clientes, mas se você não sabe analisar os resultados, pode estar jogando tempo e dinheiro fora. Isso não significa que você deve parar de fazer marketing digital, mas sim que deve dedicar algumas horas para planejar o seu sucesso e saber exatamente por que está fazendo marketing digital para clínicas veterinárias e petshops. Disposto a dedicar alguns minutos para entender do que estamos falando? Então vamos às métricas e à análise de resultados!

 

Marketing digital é uma estratégia que deve estar alinhada ao objetivo do seu negócio, ou seja, “VENDER”. Se o seu objetivo maior é vender, sejam consultas de um  médico especializado ou produtos de petshop, as metas devem refletir os passos a serem dados para atingir esse objetivo através do marketing digital. Aqui entram aumentar a visibilidade da sua clínica veterinária nas redes sociais, gerar mais tráfego para o seu site, atrair leads qualificados, e por aí afora.

As métricas são ferramentas para medir o seu sucesso em cada meta. Por exemplo, se você deseja aumentar o fluxo de visitantes no seu site, uma métrica é o número de visitantes únicos. Se você pretende fazer nutrição de leads com e-mail marketing, uma métrica é a taxa de abertura desses e-mails. Ou seja, as métricas devem ser mensuráveis e revelar se cada ação de marketing digital está surtindo resultados.

Cuidado com as métricas de vaidade

Toda métrica traz uma informação sobre a sua estratégia de marketing digital para petshops e clínicas veterinárias, mas será que todas são relevantes para o seu objetivo de vender? Se uma métrica não diz o quanto você está ganhando financeiramente com ação de marketing digital, ela é uma métrica de vaidade, ou seja, que empolga, motiva, mas não contribui para a análise da efetividade do seu investimento.

Métricas de vaidade são o número de seguidores nas redes sociais, número de visualizações de um post no seu blog, número de curtidas e pageviews, por exemplo. E por que elas não ajudam a analisar a eficácia do seu marketing digital?

Imagine que você tem 1000 seguidores na sua página do Facebook e que sua clínica veterinária fica em Santa Catarina. Desses 1000 seguidores, 500 são de outros estados, ou seja, a possibilidade de buscarem uma consulta para os seus pets na sua clínica é bem pequena. O que significa que você tem apenas 500 leads qualificados regionalmente para trabalhar sua estratégia de marketing digital. Ter 1000 seguidores é ótimo, dá orgulho, mas nem sempre gera receita.

O que analisar no marketing digital para clínicas veterinárias e petshops então?

Como você viu, as métricas são importantes e ajudam a entender se você está tendo êxito com suas ações de marketing digital. Mas se você deseja saber se o marketing da sua clínica veterinária e petshop está realmente gerando resultados para o seu negócio, o que você precisa mensurar são os KPIs, ou indicadores de performance.

Os KPIs são diferentes das métricas porque eles estão diretamente atrelados aos seus resultados, revelando a efetividade financeira das suas ações, bem como o retorno que você conquista com o marketing digital. Entre os KPIs que você deve medir, estão:

  • Número de visitantes únicos

Conforme cresce o número de visitantes no seu site, crescem também as oportunidades de negócio, como vendas e consultas.

  • Taxa de conversão de visitantes em leads

Leads são pessoas que deixam dados de contato para que você estreite relações com e-mail marketing, SMS e outros canais de comunicação. Quanto mais leads você tem, mais pessoas para quem mostrar o seu trabalho e direcionar pelo seu funil de vendas através do inbound marketing.  Entenda o que é Lead e como gerar mais vendas nesse artigo.

  • Custo por lead

Quanto você gasta para que um visitante se torne um lead? Saber esse valor permite que você faça uma análise sobre a sua estratégia de marketing digital e otimize suas ações para reduzir o custo de aquisição de leads, garantindo maior efetividade para o seu investimento.

  • Taxa de conversão de leads em clientes

Esta métrica é uma das mais importantes, pois revela quantas pessoas de fato se tornaram seus clientes em determinado período de tempo. Quanto mais conversões, mais clientes, mais vendas, maior o faturamento.

  • Custo de aquisição de clientes

Quanto você gasta para conquistar um novo cliente? Aqui entram todas as despesas com o marketing digital, como tempo, softwares e sistemas, profissionais envolvidos, entre outros. Quanto menor o seu custo de aquisição de clientes, mais efetivo é o seu marketing digital.

  • Origem de tráfego

Marketing digital para clínicas veterinárias e petshops é um conjunto de estratégias, ferramentas e ações que culminam com resultados ótimos para o seu negócio. Por isso é importante saber quais canais de interação com o público direcionam mais tráfego para o seu site. Se são as redes sociais, você pode investir mais tempo nessas plataformas; se é o e-mail marketing, pode aumentar a frequência de envios ou ainda melhorar o conteúdo compartilhado.

  • Taxa de abertura de e-mail marketing

O e-mail marketing é uma importante estratégia de marketing digital para petshops e clínicas veterinárias, pois possui baixo custo de manutenção e alto retorno. Saber a taxa de abertura dos seus e-mails marketing te dá a noção de quantas pessoas estão entrando em contato com a sua empresa e como melhorar essa estratégia para que ela seja cada dia mais efetiva.

  • Taxa de rejeição

Assim como você precisa saber o que está dando certo, deve também saber o que não está. É por isso que você deve acompanhar a taxa de rejeição do seu site, ou seja, o número de pessoas que chega até ele e sai em pouco tempo, quase que imediatamente. Ao determinar a sua taxa de rejeição, você pode lançar uma pesquisa para saber o que faz com que as pessoas não continuem a navegação e assim melhorar o seu marketing digital.

  • Retorno sobre o investimento

O retorno sobre o investimento ou ROI é um KPI financeiro que revela quanto o seu investimento em marketing digital está trazendo de retorno. Ele pode ser medido com uma fórmula simples:

ROI = RECEITA – INVESTIMENTO / INVESTIMENTO

O resultado desse cálculo é quanto você está gerando de lucratividade com suas ações de marketing digital, ou seja, quanto você está ganhando efetivamente em vendas. Para que o cálculo do ROI seja mais preciso, você deve fazê-lo para cada ação, como redes sociais, e-mail marketing, site, blog, landing pages, etc. Mas pode também fazer um ROI global para saber como está o seu desempenho geral.

Você está gostando desse post sobre como saber se a estratégia de Marketing Digital da sua clínica veterinária e petshop está gerando resultados?

 

Marketing Digital Clínicas Veterinárias Pet Shop: Por que o mercado PET precisa de uma estratégia?

 

Os hábitos de consumo estão mundando a cada dia. A facilidade de aquisição de hardwares como notebooks, tablets e smatphones, aliada a preços bem abaixo dos praticados no mercado offline, incentiva cada vez mais a busca por produtos e serviços no ambiente virtual.

Apenas na Black Friday (dia de promoções online) de 2014, os comércios eletrônicos brasileiros faturaram um montante total de 1,16 bilhões de reais. Somente esse número já é argumento suficiente para qualquer empresa ter uma estratégia de Marketing Digital, mas, como ele pode ser aplicado no mercado PET e VET?

Olá. Meu nome é James, sou consultor de marketing digital, me especializei no mercado pet e veterinário. Continue lendo esse artigo especial que preparei para você entender por que é importante adotar uma estratégia de marketing digital para sua clínica veterinária e pet shop ou para qualquer player do segmento, seja, venda para o B2B e ou B2C!

Por que investir em Marketing Digital?

Quando analisamos os números do mercado digital brasileiro fica claro por que tantas pessoas estão empreendendo no ambiente virtual. Mas, números à parte, é importante analisar como nossa sociedade está se organizando em torno dos mecanismos de busca — como o Google — atrás de informações relativas a infinitos assuntos.

Por exemplo: uma pessoa acabou de ganhar um cachorrinho. Ela está muito feliz, mas não sabe ao certo como cuidar do animalzinho, como dar banho, manter o pelo e as unhas aparadas etc. O que ela faz? Busca no Google cada uma dessas informações. E é aqui que o seu negócio entra!

Internet não é outdoor — é muito melhor!

Quando você aluga o espaço de um outdoor para anunciar o seu negócio, ele atinge todas as pessoas que passam pelo local, independentemente se elas precisam dos seus serviços ou não. Além disso, o anúncio está geograficamente limitado àquela cidade, naquela avenida específica.

No ambiente digital a realidade é diferente. Com mecanismos de busca como o Google é possível ser encontrado por quem realmente necessita do seu produto ou serviço, é claro que para isso acontecer saiba como implementar o SEO em seu site. Com as redes sociais é possível manter diálogos com essas pessoas e o e-mail marketing permite manter um contato mais pessoal e íntimo com seus consumidores.

Mas por onde começar a fazer o marketing digital?

Antes mesmo de pensar em fazer seu site é muito importante traçar uma estratégia baseada em pesquisas e dados relativos ao seu negócio. Isso porque o design, as cores e até mesmo a escolha das fontes (letras) podem variar de acordo com os seus objetivos e também com o público.

Invista tempo e dinheiro em planejamento

Vamos supor que você tem um Pet Shop em uma região com muitas pessoas idosas (não se engane, elas estão cada vez mais conectadas!). Nesse caso vale a pena utilizar uma fonte maior no site e no blog, com cores que facilitam a leitura e a compreensão. Você também pode optar por utilizar uma linguagem mais próxima da realidade dessas pessoas.

O mesmo serve para petshops que têm o foco em crianças ou então veterinários que atendem em domicílio. Pense em seu público e no mercado antes mesmo de pensar no site!

Alguns pontos fundamentais para basear o seu planejamento são:

  • Definição da ação: você pretende vender produtos online ou somente na loja? Oferece quais produtos/serviços? O que vende mais? O que está encalhado no estoque? Qual é a maior fonte de faturamento do negócio?
  • Pesquisa de mercado: quem é seu público? Quais são as dúvidas frequentes que ele tem? Como escolhe um PetShop ou uma clínica veterinária? Existem muitos concorrentes em sua região? Eles possuem site? Redes sociais? Como é a atuação da concorrência no ambiente digital?
  • Benchmark: qual é a empresa do seu ramo que você admira? Qual possui uma excelente comunicação digital? No exterior, como agem as empresas que oferecem os mesmos produtos/serviços que você?

Construindo sua casa online

Uma vez definido o público, a estratégia e consolidadas as informações de mercado é hora de “construir a sua casa online”. Ou seja, fazer um bom site, responsivo (que se adapta aos mais variados gadgets, como tablets ou smartphones), e que tenha todas as informações relativas à sua empresa e ao produto/serviço que ela oferece.

Outro ponto importante é o blog da empresa. Além de um repositório de informações importantes — que podem ser utilizadas para educar o público — o blog tem uma função especial: atrair visitantes para o site. Isso porque os conteúdos produzidos são indexados (cadastrados) pelo Google e servirão de resposta para as mais variadas perguntas, como por exemplo, “Tipos de tosa em Yorkshire” ou “Tipos de vermes em cães”. Veja nossas 5 dicas para o Google encontrar o site de sua clínica e pet shop.

Nesses dois pontos é fundamental que não haja economias desnecessárias. É melhor pagar um pouco mais para uma agência ou profissional capacitado do que ter atrasos e decepções no futuro!

Entrando com o pé direito nas redes sociais

Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, Pinterest, Google+… As plataformas são diversas e cada uma possui características próprias, um público específico e uma estratégia de marketing digital para clínicas veterinárias e petshops. Por isso, antes de sair criando páginas por aí, inverta o pensamento. Onde o seu público está? Onde ele consome informações? Você pode descobrir isso fazendo uma pesquisa com seus clientes, por exemplo.

Dica de ouro: vale mais a pena focar em algumas redes sociais e fazer um trabalho exemplar do que tentar trabalhar simultaneamente com todas e apresentar conteúdos medianos ou ruins.

Uma vez determinadas as plataformas de atuação chegou a hora de criar uma linha editorial. Isso mesmo, como os jornais e revistas fazem. Quais assuntos serão abordados? Qual a periodicidade das publicações? O que não será dito de forma alguma? Tudo isso é fundamental para criar um padrão e manter a qualidade do conteúdo!

Números, métricas e resultados

Vamos voltar por um momento ao exemplo do outdoor. Apesar das suposições, é praticamente impossível saber quantas pessoas foram atingidas pela mensagem exposta ali. Já no ambiente virtual, a realidade de uma estratégia de marketing digital para clínicas veterinárias e pet shops é extremamente oposta a isso.

É possível saber exatamente quantas pessoas entraram no site pelo Google, por exemplo. Dá para saber, também, de onde elas são, em quais páginas entraram e por quanto tempo ficaram no site.

Por isso, é fundamental acompanhar todas as métricas (site, blog, redes sociais) e otimizar a estratégia para que ela apresente mais e melhores resultados. Além disso, os números permitem calcular exatamente o ROI (Retorno sobre Investimento, na sigla em inglês), que é, basicamente, dizer se o que você está gastando com sua estratégia está efetivamente retornando, se há lucro ou não.

Uma realidade douradoura

Inúmeros estudos e pesquisas mostram que toda essa realidade que citamos nesse artigo não mudará tão cedo. Pelo contrário. O número de usuários aumenta e o consumo digital é maior a cada ano. Independente do produto ou serviço que sua empresa oferece, definitivamente vale a pena investir em uma estratégia de marketing digital para clínicas veterinárias e petshops e ficar bem posicionado no ambiente digital!

Você está gostando desse post sobre  Por que o mercado PET precisa de uma estratégia de Marketing Digital?