O site de sua clínica veterinária é responsivo?

 

A utilização de tablets e smartphones cresce a cada dia, e se antes a preocupação dos webdesigners era em construir um site que parecesse bom aos olhos de quem o acessasse através dos monitores dos desktops ou notebooks, hoje em dia a alteração na dinâmica de planejar um site parece inevitável.

Outro aspecto a se considerar é a relevância das páginas nos motores de busca, afinal, quem não consegue ser encontrado no Google, tem muito mais dificuldades em vender qualquer tipo de produto ou serviço. A alteração nos algoritmos do Google ocorrida há alguns meses que prioriza os sites responsivos, ou seja, aqueles que dão suporte para a navegação em dispositivos móveis e fixos de qualquer tamanho ou modo de interação, apenas contribuiu com este novo contexto de acessibilidade dos sites.

No artigo de hoje, você entenderá por que sua clínica veterinária precisa de um site responsivo. Acompanhe-nos e saiba tudo!

Flexibilidade

Os sites com design responsivo são fluidos, ou seja, o conteúdo se move livremente em todas as resoluções de tela e todos os dispositivos. Exemplificando melhor, o espaço útil de leitura e interação do site se adequa a qualquer tipo de tela, levando praticidade e conforto para o usuário, o que é ideal para o cliente de clínicas veterinárias, que muitas vezes deseja informações urgentes através de seu celular ou tablet, em função de algum acidente ou mal súbito com seu animal onde quer que ele esteja.

Excelente experiência do usuário

Do que adianta um site ser acessível em qualquer dispositivo, mas a experiência de navegação não é lá essas coisas? Um site responsivo não é apenas uma questão de fazer com que ele funcione em qualquer computador ou celular, mas sim que ele seja de fácil leitura, com botões de tamanho adequado para os dedos, e tudo aquilo que dê praticidade ao usuário. Ter um site responsivo pode fazer toda a diferença na hora de manter o cliente incentivado a fazer contato com a sua clínica, tendo em vista a facilidade que ele tem em ler e interagir com o empreendimento onde quer que ele esteja.

Economia

Quem possui um site responsivo, não precisa investir em um maior número de websites para diferentes plataformas. Como ele se adequa a qualquer dispositivo, este tipo de gasto se torna desnecessário, fazendo com que possa dar maior ênfase a outros tipos de estratégias de divulgação ou infraestrutura para a sua clínica. Lembre-se: um único site = apenas um pagamento ao webmaster, além de necessitar de apenas uma estratégia de otimização nos motores de busca.

Recomendado pelo Google

Sem maiores explicações técnicas, o fato é que o Google passou a dar prioridade para os sites que possuem este caráter responsivo, já explicado nos tópicos anteriores. Imagine uma pessoa que está passeando com o seu cão, e este sofre algum acidente ou passa mal em plena rua. Caso ela não tenha um número de telefone do qual ela tenha costume de entrar em contato neste tipo de situação, a primeira coisa que ela fará é procurar no Google formas de contatar o veterinário mais próximo, e caso a sua clínica não possua um site responsivo, dificilmente você poderá colocar mais este cliente em sua agenda.

FAÇA UM TESTE NA FERRAMENTA DO GOOGLE E VEJA SE SEU SITE É ASCENSÍVEL A ESSA NOVA REALIDADE. FAZER TESTE 

No final, é sua decisão ter um site responsivo, ou não. A nossa opinião você já sabe. E caso tenha alguma dúvida ou experiência a compartilhar, aproveite os comentários abaixo e divida com a gente! Também gostaríamos muito de saber o que você pensa sobre isso, ou até mesmo o que ainda não sabe a respeito.

Seu site está preparado para receber clientes?

 

Estar na internet é praticamente uma obrigação para as empresas do mercado Pet que querem estar na mente do cliente e fazer um bom relacionamento, não é mesmo? Fato é que o comportamento dos consumidores mudou e eles estão online tanto quanto, ou até mais! Além desse motivo, a necessidade de falar com o consumidor de formas diferentes, precisa nortear a atuação das empresas na internet tanto no modelo B2b, quanto no B2c.

 

Pet shops e clínicas veterinárias que não têm sites não são bem vistas pelos consumidores. A famosa frase “se o Google não acha, não existe” é a máxima definição da importância de estar presente na internet, com a autonomia de um website completo e que atenda às demandas, responda às dúvidas e informe ao seu público o que você quer que ele saiba. Separamos outras razões indiscutíveis para que a sua clínica e pet shop invista em um bom site. Confira!

Praticamente todo mundo está conectado à internet

 

O computador e o notebook continuam muito presentes na vida dos brasileiros, porém, os dispositivos móveis, com acesso à internet móvel, já lideram o dispositivo de acesso dos brasileiros.

Segundo pesquisa da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no primeiro semestre de 2015, mais de 49% dos brasileiros estã conectados à internet. Isso representa mais de 85 milhões de pessoas!

Por isso, para que o seu negócio seja lembrado, é preciso estar onde o seu público esta: na internet. Para isso, um bom website é essencial.

Se o seu website for responsivo ou mobile, será ainda melhor!

 

O computador e o notebook continuam muito presentes na vida dos brasileiros, porém, os dispositivos móveis, com acesso à internet móvel, já lideram o dispositivo de acesso dos brasileiros.

Entenda nesse post porque sua clínica e pet shop precisa de um site para mobile.

Segundo pesquisa realizada pela Vivera Mobile, em parceria com a Nielsen Ibope, o crescimento foi de mais de 51 milhões de pessoas já usam o dispositivo mobile para acessar a web. A pesquisa mostra que o smartphone é usado para acessar a internet por 36% dos brasileiros, enquanto o notebook é usado por 32% dos brasileiros.

Sua empresa precisa estar online 24 horas, 7 dias por semana!

A maioria dos pet shops e clinicas veterinárias trabalha com um atendimento telefônico apenas em horário comercial, certo? Mas você já parou para pensar que o seu cliente, ou potencial cliente, pode estar indisponível nesse horário? Exatamente por isso, é essencial que a sua empresa esteja visível e presente quando ele buscar informações a seu respeito.
Para isso, não é preciso ampliar o horário de atendimento da sua equipe ou pagar horas adicionais para que um funcionário faça relacionamento com o cliente fora do horário comercial. Basta estar online! Um bom site fará a sua empresa estar online, disponível e visível todo o tempo. Por isso, invista em um site que destaque as informações sobre o seu negócio, que enfatize o que os seus produtos ou serviços têm de melhor e se torne uma fonte preciosa de informações para o seu público.

O site é uma ferramenta de marketing

O marketing digital é essencial para que o seu pet shop e sua  clínica apareça. Tenha em mente que não adiantará absolutamente nada ter um produto sensacional, um serviço top de linha se você não contar para todo mundo tudo isso. Por isso, aposte no marketing digital.
Uma das ferramentas do marketing digital de sucesso é um bom site, bem estruturado, com boa navegação para o usuário e fácil de encontrar informações relevantes, como já foi dito. Além disso, todas as ações de marketing digital devem direcionar o seu potencial cliente para o seu website. Algumas ações que você deve implementar já:

  • Links patrocinados do Google para aparecer nos primeiros resultados de busca quando o dono do pet precisar do que você tem a oferecer;
  • Ações de engajamento nas mídias sociais como o Facebook e o Twitter, por exemplo;
  • Um blog para alimentar o seu público com conteúdo interessante sobre o seu nicho, usando palavras-chave estratégicas no conteúdo (SEO)— assim você se tornará autoridade no assunto e ele confiará em você tornando-o seu herói. Mesmo que não tenha um blog o Pet Shop Portal (SITE) de conteúdo voltado a animais de estimação disponibiliza a você a ser um  produtor de conteúdos ensinando como escrever um artigo para atrair mais donos de pets para seus serviços, veja como funciona.

O mais importante é que todas as ações de marketing digital mencionadas acima — dentre outras que não foram citadas, é claro — levem o seu público de interesse para um bom ambiente digital de informações sobre o seu negócio: o seu site. Nos próximos posts vamos ensinar como aproveitar o máximo do site Pet Shop Portal para atrair mais donos de pet para seu pet shop e clinica veterinária.

Por isso, aposte no online e turbine suas vendas, mesmo em tempos de crise;

As informações do seu site são suas

Um site também permite ter um domínio de e-mail próprio. Dessa forma, você passa mais credibilidade para o seu consumidor, que não precisa mandar um e-mail @gmail, @hotmail, entre outros. O @nomedasuaempresa fará toda a diferença ou ainda ter mais pessoalidade colocando @seunome!

É possível vender pelo seu website

Vender online é uma excelente oportunidade de ampliar os seus negócios. Vale dizer que não é apenas através de uma loja virtual, mas basta uma ferramenta web para negociar o que você vende online. Por mais que o seu site não seja, necessariamente, um e-commerce, você pode usar o site para orçamentos, informações de produtos e preços e colocar uma forma de contato eficiente para fechar negócios a partir do site da sua empresa. Por isso, encare o seu website como um nobre membro do seu time de vendas, tratando-o com muita atenção. Nos próximos posts vamos ensinar dando 5 dicas infalíveis para aumentar o faturamento de seu pet shop e clínica usando praticas de marketing local no seu site.

Por meio do site você pode captar informações relevantes sobre o seu público

Seja através de “iscas” que façam o seu público de interesse preencher alguma informação no seu site ou mesmo com uma análise simples do Google Analytics do seu website, você terá uma série de informações super relevantes sobre o seu público.
Informação te empodera e te dá mais autonomia para ações mais efetivas para atrair e engajar o seu público. Através das análises de acesso, por exemplo, é possível ver de onde vem a maioria dos seus clientes — análise demográfica —, verificar pelo que eles estão buscando para adaptar a forma como você apresenta o que você entrega, entre outras informações.

Se você oferecer algo bacana para o seu público dentro do seu site, pedindo as informações pessoais — que sejam relevantes para fazer negócio —, terá uma base de contatos para trabalhar a sua comunicação. Que tal oferecer um cupom de desconto em algum produto para quem acessar o seu site pela primeira vez e deixar o e-mail? Essa será uma boa possibilidade para um novo cliente, ou pelo menos um email na base para alimentar com e-mail marketing, por exemplo. Fique atento que iremos ensinar como atrair donos de pets no bairro onde atua usando práticas simples com produção de E-books. (Como conseguir mais clientes para seu pet shop e clínica veterinária através de produção de e-books)

Contar com uma empresa especializada é a melhor maneira de garantir que o website da sua empresa seja relevante, com boa usabilidade e atenda aos seus clientes.

Como e por onde começar o blog de meu hospital?

Hoje vamos falar sobre como e por onde começar o desenvolvimento de site e blog para clínicas e hospitais veterinários, espero que eu possa ajuda-los. Boa leitura!

Blogs são ferramentas de comunicação que servem tanto para divulgar uma notícia e evangelizar um público sobre um determinado assunto e também para interagir e estabelecer relacionamento com os clientes. Por meio de postagens estratégicas sobre temas ligados ao a “Prevenção”, por exemplo, sua clínica e pet shop será capaz de transmitir autoridade no assunto. E isso contribuirá substancialmente para a divulgação do seu negócio e para gerar confiança no leitor, ambas as situações que favorecerão a lucratividade. E para que você aproveite toda a potencialidade desse recurso.

Hospedagem do blog para uma clínica veterinária

Quando você tem um blog, precisa de um local na rede para armazenar todas as páginas dele. E o ato de guardar todo este material na internet recebe o nome de Hospedagem. Algumas clínicas veterinárias já possuem site, portanto, a criação de uma pasta dentro da URL, por exemplo, www.clinicaveterinaria.com/blog, já cumprirá esta função sem que seja necessário pagar valores mensais adicionais. Agora, caso seja hospedado em um domínio próprio, é preciso escolher um servidor e contratar um plano.

Para aqueles que não podem ou não querem pagar pela hospedagem de um blog, existem opções gratuitas que são bastante funcionais. As mais conhecidas e utilizadas na internet são o Blogger e o WordPress. Essas são plataformas simples e fáceis de acessar, com funções que atenderão às suas necessidades nesse início de divulgação de conteúdo.

Definição do endereço do blog

Antes de pensar sobre como fazer um blog para clínica veterinária, com certeza, vários nomes para ele já passaram por sua cabeça. E para que a página seja visitada, ele precisará de um endereço eletrônico, também conhecido como “domínio”. Se você desejar ter um “nome.com” ou “nome.com.br”, precisará pagar para isso. Assim, você poderá escolher uma URL que ainda não esteja sendo utilizada, para criar um espaço personalizado só seu na internet. Agora, se você optar por hospedar sua página em um servidor gratuito, ela terá, necessariamente um “nome.wordpress.com”.

Para aumentar a credibilidade de seu blog, sugerimos que você compre um domínio. E antes de buscar um nome para ele, faça uma lista com algumas opções, pois não existem dois endereços iguais na internet, logo, aquele primeiro endereço que você pensou pode não estar mais disponível.

Escolha da plataforma

 

Não há necessidade de você escrever um código para seu blog. Existem duas ótimas opções disponíveis no mercado que permitem liberdade e velocidade nas evoluções: o WordPress e a Hubsbpot. Segundo pesquisa realizada pelo site Built With, 49,6% de todos os sites da internet são construídos com a primeira opção. E essas são páginas de empresas com grande relevância de mercado, como a CNN, National Geographic, Sony Music, etc. Portanto, não é necessário nem pesquisar ou dizer muito sobre o assunto. Qualquer uma das duas opções atenderá bem o que você precisa.

Importância do design

 

Um blog de uma clínica veterinária precisa transmitir todo o profissionalismo e credibilidade oferecidos no atendimento presente na loja física. E uma das formas de passar essa mensagem é através do design. Temas, tipografia, espaçamento entre linhas, tamanho da letra, todas estas questões precisam ser pensadas estrategicamente para que o leitor não apenas visite a sua página, mas que tenha interesse em permanecer nela. E não se esqueça de alinhar a identidade visual do blog com a do site institucional.

Relevância do conteúdo

 

É importante que o principal formador de opinião da sua clínica veterinária seja aquele que assinará o conteúdo produzido. Isso porque ele ajudará a conquistar os leitores quanto aos temas abordados e reforçará sua imagem perante o mercado, o que é muito bom para os negócios.

É importante ressaltar que ao trabalhar estrategicamente o conteúdo de um blog por meio de técnicas de Marketing de Conteúdo, você aumentará a visibilidade dele na web, o que contribuirá para que a sua empresa seja encontrada facilmente por aqueles que desejam se inteirar sobre os assuntos que nele são publicados.

Para que um blog cumpra sua função na internet, é preciso que ele seja elaborado em um formato profissional, e que esteja associado a um bom site. Para que a sua estratégia de Marketing Digital esteja toda alinhada de forma a trazer resultados e a minimizar os gastos feitos no ambiente virtual, contrate uma agência especializada. Por meio dela, será possível desenvolver todas as ferramentas comunicacionais de maneira integrada, a fim de que os objetivos traçados para esse plano sejam fielmente cumpridos.

Blog para Pet Shop: a importância de fornecer informação para o cliente sem fazê-lo sair de casa

 

Na atribulada rotina gerencial de uma clínica veterinária e pet shop, acaba sobrando pouquíssimo tempo para dedicar à construção de uma  plataforma de informações realmente úteis para a carta de clientes da empresa. Entre um atendimento e outro, a cultura de relacionamento entre profissionais e a clientela acaba acontecendo ali mesmo, dentro do estabelecimento, na base do improviso. Nada contra essa espontaneidade que, inclusive, pode e deve ser cultivada no dia a dia. O problema é que, ao abrir mão do investimento em uma fonte própria de informações, a empresa acaba perdendo ótimas oportunidades de conquistar mais credibilidade na região e, principalmente, fidelizar o cliente.

Neste post, você vai conhecer 5 motivos pelos quais é imprescindível criar hoje mesmo um blog para pet shop e passar a fornecer informação qualificada ao cliente sem fazê-lo sair de casa. Confira abaixo.

Uma estratégia que fideliza o cliente

Você já deve saber que os clientes de clínicas e pet shops, dado ao apreço que nutrem pelos bichinhos, possuem uma característica especial que os diferencia dos demais consumidores: são extremamente sensíveis. Ou seja, demandam tratamento VIP, independentemente do valor do serviço ou produto que adquirem. Diante desse público que está cada dia mais exigente, o blog é um ótimo meio de ganhar confiança e autoridade, favorecendo a interação e até consultas informais sempre que necessário.

Veja também – Marketing para pet shop: Aprenda a criar estratégias de marketing para datas comemorativas

Blog para Pet Shop como fonte confiável de informações

Muitas vezes donos de gatos ou cachorros ficam sabendo sobre problemas sazonais – como um surto de leishmaniose no bairro, por exemplo – pelos jornais, mas, entre uma manchete e outra, acabam não encontrando o que buscam: informações especializadas sobre o que fazer para preservar, em primeiro lugar, o bem-estar dos seus “filhos”.  O blog ainda pode trazer informações sobre cuidados especiais durante o verão ou inverno, necessidades alimentares de cada raça e outras informações. Um blog para Pet Shop é a grande chance de adaptar as notícias às especificidade desse público, sempre disposto a fugir da pauta oficial pelo amor incondicional a seus animaizinhos.

 

Como e por onde começar o desenvolvimento de um blog para minha clínica veterinária?

 

Veterinário 24 horas por dia e 7 dias por semana

Nem sempre você terá como atender a uma demanda crescente de clientes que procuram respostas para as mais variadas doenças e sintomas. Ao investir num blog para Pet Shop, poderá construir “conteúdos extremamente relevantes”, baseados nas dúvidas mais comuns, além de uma sessão de perguntas e respostas que ajudem os leitores a entenderem o que se passa com a saúde dos animais  sem que precisem se deslocar ao estabelecimento desnecessariamente. Você estará, naturalmente, agregando credibilidade e valor à sua empresa e ainda, estimulando – o de um problema que ele ainda não sabe que tem e ao descobrir que pode ter esse problema o dono do pet começa a considerar o problema e naturalmente irá marcar uma consulta na sua clínica veterinária.

Veja os 69 motivos para sua clínica veterinária começar usar estratégia de Marketing de Conteúdo hoje! 

Propaganda que se espalha bem mais fácil

Em vez de direcionar o seu orçamento de marketing para mídias mais caras e massivas como rádio e impresso, um blog para Pet Shop otimizado pode significar economia e muito mais eficácia para se atrair os clientes certos. A partir de posts interessantes e curiosos, seu conteúdo tende a ser compartilhado nas principais redes sociais, resolvendo os problemas de seus futuros leads à distância e, ao mesmo tempo, transformando sua empresa numa autoridade no bairro de atuação.

O que são Leads e por que é tão importante construí-las?

Suporte para e-commerce

Depois de passar por 2015 praticamente ileso pela crise, o e-commerce desponta como a grande promessa deste ano. Portanto, se você pensa em, mais cedo ou mais tarde, estender seu negócio para as vendas online, um blog para Pet Shop é a melhor forma de atrair tráfego para os produtos ou serviços que deseja comercializar na internet. Um blog também é um veículo propício para auxiliar na oferta de informações qualificadas sobre características técnicas de produtos e marcas, eliminando de antemão dúvidas que precisariam ser resolvidas in loco.

Agora que ficou por dentro da importância da adoção de um blog para ampliar o sucesso do seu negócio, saiba que não existe fórmula mágica. Em se tratando de conteúdo, é preciso um planejamento minucioso sobre os temas mais pertinentes para suas personas (público-alvo mais aprofundado), bem como o estudo sobre a frequência de postagens – qual o melhor horário, os dias com mais acessos, redes sociais mais usadas, etc. Depois de traçar o seu calendário editorial, não resta mais nada a se fazer a não ser por mãos à obra e fazer a diferença no mercado com um conteúdo de primeira categoria. Boa sorte!

 

E então, tem mais alguma dúvida sobre a importância de um blog para Pet Shop na sua estratégia de marketing digital? Deixe sua opinião nos comentários e nos ajude a enriquecer esse post!

 

7 Dicas : SEO para Médicos Veterinários e Pet Shop

 

A crescente migração de empresas de todos os ramos para o meio digital tem causado uma verdadeira disputa pela atenção de um potencial cliente. E como os buscadores são, atualmente, a principal ferramenta utilizada para procurar informações, torna-se impossível ignorar sua importância no comercial. E entre tantos sites de busca, o Google reina de forma soberana. Aparecer ou não aparecer no Google pode ser a diferença entre o fechar um bom negócio ou ter mais um cliente perdido.

Segundo uma pesquisa realizada pelo especialista em internet Jakob Nielsen, mais de 90% dos usuários não olham além da primeira página do Google. Estudos como esse comprovam como é essencial ter um site bem posicionado no buscador, além de entender o que é considerado relevante para os algoritmos do Google, pois esse é o melhor caminho para se chegar lá. Quer saber mais sobre como melhor ranquear o seu site e obter mais visibilidade nas buscas? Então acompanhe conosco as dicas que separamos para você no post de hoje.

Como o Google funciona?

 

Basta digitar algumas palavras e apertar “Enter” para que milhares de links relacionados ao conteúdo buscado surjam em questão de décimos de segundos em sua tela. Mesmo parecendo que essa busca foi realizada em toda a internet, a verdade é que as páginas que aparecerem nos resultados foram previamente indexadas por mecanismos conhecidos como Googlebots.

Esses “robôs” vasculham boa parte da rede, entrando em diversos sites, acessando seus links, analisando seu conteúdo e atribuindo um grau de relevância para cada página encontrada. Quando o usuário efetua a busca, o Google utiliza as palavras-chave digitadas na caixa de pesquisa para buscar as páginas indexadas em seus servidores a fim de exibir os resultados organizados por relevância.

SEO eficiente = 1º página no Google

SEO_eficiente__1º_página_no_Google

O SEO (Search Engine Optimization) é o conjunto de técnicas utilizadas para tornar os sites mais “amigáveis” para os mecanismos de busca. Ao aplicar essas técnicas, seu site será mais bem reconhecido, e com isso, ele aparecerá melhor colocado nos resultados orgânicos do Google.

Palavras-chave: o começo de tudo

A escolha correta das palavras-chave é o primeiro ponto que deve ser observado durante a otimização de seu site. É preciso descrever seus produtos e serviços da mesma maneira que o cliente os descreve quando está realizando uma pesquisa. Imagine que você venda “Blocos Autoadesivos”, mas seu cliente os conhece apenas como “Post-it”. Você pode perder posicionamento ao não adicionar essa última palavra-chave. Por isso, é muito importante entender quais termos o seu cliente utiliza para chegar até o seu produto ou serviço.

O Google oferece diversas ferramentas para ajudá-lo nisso, como o Google Keyword Planner, que te permite acompanhar o volume de pesquisas de determinada palavra-chave, além de saber seu preço, nível de concorrência e palavras relacionadas. Para ter mais sucesso, o ideal é combinar palavras-chave com alto volume de pesquisa e baixo nível de concorrência.

A importância do conteúdo relevante

A_importância_do_conteúdo_relevante

Criar conteúdo relevante para seu site/blog pode lhe dar uma grande vantagem frente aos concorrentes. Isso porque a quantidade de conteúdo de qualidade na internet brasileira ainda é baixa. Portanto, utilizar boas imagens, vídeos e outras formas de mídia, mostra ao Google que seu conteúdo é mais completo que os demais disponíveis.

Lembre-se sempre de mencionar a palavra-chave algumas vezes em seu texto, mantendo a densidade de palavras-chave entre 2% a 5% para não comprometer a naturalidade do texto. Tome cuidado para não repetir demais palavras relacionadas de forma artificial. Lembre-se que o mais importante é ter um conteúdo de qualidade.

As imagens também “falam”

Atualmente, os algoritmos do Google conseguem ler apenas texto. Imagens e vídeos ainda não são interpretados pelo buscador, por isso é seu dever descrever o conteúdo desse tipo de mídia. Utilize a tag “Alt” para dizer o que a imagem inserida em seu site está mostrando, pois isso ajuda ainda mais no posicionamento do seu site. Mas cuidado para não inserir mídias que não tenham conteúdo relacionado com o texto, uma vez que isso pode parecer fora de contexto para o Google.

Social Signals

Recentemente, incluído nos algoritmos do Google, o Social Signals, ou Sinal Social, mede a presença do seu site nas redes sociais. Por ter um peso considerável, é imprescindível que seu negócio tenha um perfil nas principais redes sociais. Sendo assim, divulgue seu conteúdo no Facebook, Twitter, Google+ e outras, pois quanto mais presença, melhor posicionado seu site estará.

Sitemap

O sitemap, ou mapa do site, é um arquivo (que pode estar no formato XML ou TXT) na qual você adiciona os links que você deseja das páginas de seu site que sejam indexadas pelo Google, funcionando como um índice aos buscadores. Criar esse arquivo é uma maneira eficiente de apresentar aos Googlebots o conteúdo do seu site e ajudá-los a indexar suas páginas.

Utilize as Tags

As tags “Tittle” e “Description” que ficam localizadas dentro do cabeçalho de sua página são muito importantes para o seu site, pois elas são responsáveis por informar ao Google qual o título da página e fazer uma breve descrição de seu conteúdo. Isso ajuda os algoritmos entenderem sobre qual assunto sua página está tratando.

Na tag “tittle”, escreva o título do seu site, lembrando-se de mantê-lo breve e utilizar a palavra-chave principal. Na tag “Description”, faça um pequeno texto descrevendo o conteúdo abordado, repetindo a palavra-chave uma ou duas vezes. Procure não ultrapassar 65 caracteres para o título e 165 para a descrição.

Link Building

 

A quantidade de páginas na internet que possuem um link do seu site é um fator de extrema importância para o Google, pois ele entende que quanto mais páginas apontam para o seu conteúdo, mais relevante ele é. Porém, essa técnica vale mais quando o conteúdo do site de origem é relacionado com o seu como por exemplo o site do PET SHOP PORTAL, site de autoridade no Google e que tem a mesma proposta informação para donos de pets. Um blog sobre motosserras com links para um site sobre brinquedos pode parecer fora de contexto, e no pior dos cenários, pode até sofrer penalizações, sendo rebaixado no PageRank.

Links Patrocinados

As estratégias de SEO algumas vezes podem levar certo tempo para serem implantadas e surtirem resultado. Então, se você quer estar na primeira página do Google sem ter que esperar muito, a melhor alternativa são os links patrocinados. Por meio do Google Adwords você cria suas campanhas publicitárias, define um orçamento diário que será gasto com aquela campanha, além e poder acompanhar o desempenho de seu anúncio por meio de relatórios que mostram a taxa de cliques, impressões, entre informações úteis.

Quer aprender ainda mais sobre SEO? Veja as 5 dicas para o Google encontrar seu site e ainda se preferir veja como implementar o SEO em seu site.

Você está gostando desse post sobre:  Como  melhorar o posicionamento do seu site? 

Então cadastre o seu e-mail abaixo para ser o primeiro a receber novos artigos como esse diretamente no seu e-mail.

 

Mercado Pet SEO: 5 dicas para o Google encontrar o seu site

1ª Etapa do Inbound Marketing – ATRAIRVocê cria um site ou blog, produz conteúdo de qualidade e sabe que há no mundo um público ávido pelas informações que disponibiliza. No entanto, você sente que o seu esforço não está valendo de nada e se pergunta: “Como as pessoas podem encontrar meu site ou blog?”. A resposta é simples: pelo Google!

Quando se fala em ganhar relevância na internet, incrementar vendas e conversões on-line, aumentar a audiência ou gerar tráfego para um site, é difícil fugir de táticas e estratégias de marketing digital que busquem ter melhor posicionamento nas pesquisas do Google. É claro que há outras formas de ser encontrado, mas nenhuma chega aos pés da audiência gerada quando se consegue estar bem posicionado na plataforma de busca. Mesmo para saber de onde os visitantes do site estão vindo, a melhor ferramenta no mercado hoje é o Google Analytics.

No entanto, aparecer com destaque depende de muitos fatores. Há várias ações e ferramentas para conseguir essa façanha e a maioria delas está ao seu alcance. Aqui vão 5 dicas essenciais para o Google encontrar o seu site. Confira!

SEO: Marketing de conteúdo

Links externos-medicos-veterinários-petshop-portal-conteudo

Invista em marketing de conteúdo com estratégias de SEO (Search Engine Optimization), ou seja, de otimização de sites para buscadores. Tratam-se de técnicas para que o seu site seja mais — e melhor — compreendido pelas ferramentas de buscas: palavras-chave, indexação de páginas, link building (ou seja, conseguir links externos que direcionem para o seu site), tags e outras.

Com a utilização dessas técnicas, seu site ficará melhor posicionado nas buscas orgânicas (aquelas pelas quais você não paga), que costumam ter melhores índices de atração e credibilidade entre os usuários da rede.

Google Index

Para quem entende um pouco sobre linguagem de programação, não será uma grande surpresa dizer que para o seu site ser encontrado na rede é preciso indexá-lo aos buscadores.

Aqui, é preciso entender um pouco de como funciona o Google. Quando um usuário realiza uma busca, o site não lê todas as páginas da internet para encontrar o conteúdo buscado, pois isso gastaria muito tempo. Em vez disso, os servidores do Google armazenam e atualizam constantemente cópias das páginas existentes e, na hora de exibir o resultado de uma busca, procuram nessas cópias, que já estão indexadas na ferramenta.

Por isso, para que o seu site seja encontrado pelo Google, é necessário que ele esteja indexado. O processo é simples, mas muitas pessoas ignoram a importância dessa etapa. Basta enviar o arquivo “sitemap XML” pelo Google Webmasters Tools e pronto! Existem outros meios, como envio de URLs pelo site Google Add URL, mas pelo Google Webmasters Tools é o método mais seguro.

Esse procedimento serve não apenas para a página principal do site ser encontrada, mas também para as páginas secundárias.

Palavras – Chave

Mercado Pet SEO  5 dicas para o Google encontrar o seu site

As pesquisas na rede são realizadas pelos usuários por meio de termos que melhor descrevem um determinado assunto de interesse, e o retorno da pesquisa se dá pela identificação das keywords. Por isto, dedique um tempo para escolher as palavras-chave dos diversos conteúdos do seu site.

Busque manter a simplicidade e use palavras descritivas e diretas. Quanto mais uma palavra ou termo for especifico do seu segmento, melhores são as chances de alcançar resultados relevantes nas buscas. Termos amplos, comuns a muitas áreas, devem ser evitados, pois são muito concorridos. Por exemplo; se você tem um e-commerce e comercializa rações e hipoteticamente um usuário busca no Google “Ração para filhote de poodle,” faça essa pesquisa e veja como o Pet Shop Portal se posicionou.

A ferramenta Insights for Search pode ajudar a identificar os melhores termos para as suas tags de pesquisa, criação de artigos e demais informações do site. Uma vez escolhida sua palavra-chave, existem algumas práticas a ser seguidas: coloque-a no título e nos subtítulos sempre que possível, mas sem forçar a barra, e destaque-a ao longo do texto usando negritos e sublinhados. Além disso, também é bom se o título do seu site contiver a palavra mais buscada pelos seus visitantes.

Essas técnicas são detectadas pelos “robôs” do Google, que usam esses critérios para determinar quais são os termos mais importantes do conteúdo. Além disso, isso ajuda a organizar e classificar o seu site, tornando a navegação mais intuitiva para o internauta.

Finalmente, vale citar que o principal serviço de divulgação pago do Google, o Google Adwords, também se baseia em palavras-chave, o que ressalta a importância de escolher as suas com cuidado.

Link building

medico-veterinario-anuncie-gratis-pet-shop-portal

O link building é uma técnica de SEO que busca conseguir links em outros sites ou páginas para ganhar relevância na web e nos buscadores. O algoritmo do Google, que recebe o nome de Google PageRank, avalia a reputação e autoridade de um site com base nos links que ele recebe — quanto mais sites confiáveis linkarem para a sua página, mais chance ela tem de aparecer entre os primeiros resultados da busca. Além disso, o link building pode ajudar na divulgação e popularização da marca e a criar relacionamentos com potenciais clientes, existe um Portal onde médicos veterinários podem começar uma estratégia de links externos com possibilidades de enviar conteúdos para ajudar na relevância no Google, clique aqui e saiba mais.

Há dois tipos de links: os internos e os externos. Os links internos guiam a navegação dos usuários através das páginas de um mesmo site e valem na pontuação para melhorar o posicionamento das páginas. No entanto, são os links externos, aqueles que estão fora do site, que realmente determinam a relevância da página nas buscas, de acordo com a quantidade e a qualidade dos links.

Uma boa estratégia para ajudar no seu link bulding é contar como dissemos anteriormente com o blog Pet Shop Portal, que posta conteúdos de empresas no mercado de petshop e clínicas veterinárias, auxiliando o site a ter links positivos e ganhar relevância nas buscas on-line. Para isso, basta fazer um perfil de Médico Veterinário e seguir as informações do site.

Conteúdo de qualidade e atualização

É verdade: o Google avalia, sim, o seu conteúdo. Assim, para aumentar o PageRank (ou seja, para melhorar a posição em que o seu site aparece nos resultados de busca), você precisa investir em conteúdo de qualidade, que contém informação relevante para a sua audiência.

A melhor forma de fazer isso é pensar no seu público. O que é relevante para ele? Que temas e termos ele procura? Em quais formatos (postagens curtas, passo a passo, com vídeos e imagens) ele prefere receber informações?

Essas dicas valem tanto para o conteúdo que você produz quanto para o disponível nos sites e blogs aos quais você se associa por meio do link building. Estar relacionado a sites que produzem informações de baixa qualidade e reputação podem causar danos ao seu ranking nas pesquisas.

Outro fator importante para a classificação do seu conteúdo é a atualização. Sites só sobrevivem se forem constantemente atualizado —blogs, em especial, requerem informações novas quase que diariamente.

É muito fácil publicar conteúdo na internet e, justamente por isso, a oferta de informações é diversa e múltipla. Portanto, se você não estiver publicando novidades sempre e fazendo o possível para aparecer, os seus concorrentes logo vão estar na sua frente.

Você está gostando desse post sobre  as 5 dicas para o Google encontrar seu site? Leia também: Como melhorar o posicionamento do site de sua Clínica e Pet Shop no Google e ainda porque ter um bom site ajuda no posicionamento no Google.

Então cadastre o seu e-mail abaixo para ser o primeiro a receber novos artigos como esse diretamente no seu e-mail.

(sua privacidade garantida, livre de spam)

[contact-form-7 id=”2125″ title=”Rodapé do Post”]

SEO para Pet shop e Clínicas Veterinárias: Como implementar em seu site

1ª Etapa do Inbound Marketing – ATRAIRTer um bom posicionamento na internet dá vantagens para a sua petshop ou clínica veterinária na hora de atrair mais clientes e melhorar a rentabilidade do seu negócio. É por isso que investir em SEO deve ser um dos objetivos da sua estratégia de marketing, pois é através dele que você melhora o seu posicionamento na busca orgânica do Google e de fato aparece para o seu público que está online. Mas afinal, o que é SEO? Como você pode usar essa estratégia para melhorar os seus resultados? Quais são as vantagens de um bom posicionamento no Google? Confira essas e outras respostas agora mesmo!

O que é SEO

Do inglês Search Engine Optimization, SEO é uma estratégia de otimização de conteúdo de acordo com palavras-chave para o seu negócio a fim de tornar o seu site mais atrativo para os mecanismos de busca, como o Google. Note que SEO é diferente de SEM – Search Engine Marketing, que também é uma estratégia de marketing digital, contudo, mais ampla que o SEO. E qual a diferença entre as duas?

Quando falamos em SEO, falamos de posicionamento orgânico, ou seja, você coloca o seu site nos primeiros resultados de busca sem precisar pagar nada por isso, apenas usando as palavras-chave certas e trabalhando o seu inbound marketing. Em contrapartida, o SEM é um conjunto de ações na internet que tem como objetivo dar destaque à sua petshop ou clínica veterinária, mas utilizando-se também de estratégias pagas, como os links patrocinados ou anúncios.

seo-para -pet-shop-clinica-veterinaria

Quais as vantagens de investir em SEO no site de seu Pet Shop e Clínica Veterinária

Além de melhorar o seu posicionamento nos resultados de busca orgânica do Google, você atrai um público mais qualificado, ou seja, que tem mais chances de se tornar cliente da sua petshop ou da sua clínica veterinária. Por quê? Porque quando uma pessoa está em busca de produtos e ou serviços de petshop ou ainda de uma clínica veterinária próxima de casa, ela tem intenção de compra. E se a pessoa tem intenção de compra e se identifica com o seu estabelecimento, é quase certo que ela vai até você nas próximas horas ou dias. No próximo post vou ensinar como configurar o Google business local.

Como começar a fazer a otimização para o site de seu Pet shop e clínica Veterinária

Se você possui uma agência de marketing parceira e é ela quem desenvolve e atualiza o seu site, provavelmente ele já está otimizado para o Google, mas não custa nada perguntar e verificar se é possível melhorar as estratégias de SEO para não precisar pagar por links patrocinados. Em contrapartida, se você pretende fazer a sua otimização por conta, leve em consideração esses itens:

URL ou endereço do site

Certifique-se que o endereço do seu site seja curto, fácil de lembrar e que tenha a palavra-chave principal do seu negócio, como por exemplo, petshop. A URL é o primeiro item avaliado pelo Google na hora da classificação e, se você der uma ajudinha para lembrar do que se trata o seu site, ele não vai achar ruim.

Tags e código HTML

Essa parte é a mais difícil de ser otimizada se você não possui conhecimentos de HTML. A ordem das informações é fundamental para que o seu site seja percebido com mais rapidez pelo Google, assim como o uso das tags certas para chamar a atenção para o seu negócio. Se você ainda não conta com um profissional para fazer essa otimização, talvez seja o momento de procurar ajuda.

Conteúdo

marketing-de-conteudo-medico-veterinario

O conteúdo do seu site faz parte da sua estratégia de inbound marketing e deve ser completamente otimizado para o Google, para que você seja encontrado com mais facilidade. Dessa forma, cada novo conteúdo inserido, como “sobre a empresa”, “serviços”, “notícias”, “artigos”, “localização”, entre outros deve conter as palavras-chave que definem a sua petshop ou clínica veterinária. Se você tem uma clínica veterinária no Leblon, deve ter no seu site palavras-chave como “veterinária Leblon”, “clínica veterinária Leblon”, entre outras.

tipos-de-tosa-para-yorkshire

Imagens

As imagens do seu site também devem ser otimizadas para aparecerem na busca orgânica, afinal, muitas pessoas buscam por imagens e elas já fazem parte dos resultados do Google. Mas como otimizar uma imagem? Primeiramente, você deve nomeá-la com palavras-chave que identifiquem o seu negócio, como por exemplo, “tipos de tosa para Yorkshire” para uma imagem de um Yorkshire sendo tosado.

Links internos

Quanto mais tempo um visitante passa navegando pelo seu site, maior a chance de ele vir a se tornar um cliente. Sendo assim, fazer a otimização do seu site também requer que você construa links internos, como por exemplo, de um serviço para outro. Você descreve o serviço de banho e tosa e sugere que o cliente complemente com manicure para cachorros. Assim você faz com que ele permaneça mais tempo e ainda conheça melhor quais são os serviços que você oferece.

Links externos ou link building

Links externos-medicos-veterinários-petshop-portal
Links externos-medicos-veterinários-petshop-portal-conteudo

Link building são links externos (de outros sites) que apontam para o seu. Eles nada têm a ver com os links patrocinados, pois são conquistados pela credibilidade do seu negócio. Por exemplo, você pode ser um produtor de conteúdo no site PET SHOP PORTAL e neste site inserem um link para o site da sua clínica veterinária, você tem um link externo, ou link building. Quanto mais links externos você tiver (CONTEÚDOS), melhor é a sua reputação na internet e mais facilmente você chegará aos primeiros resultados de busca orgânica do Google.

Você está gostando desse post sobre  Como implementar o SEO em seu site?

Então cadastre o seu e-mail abaixo para ser o primeiro a receber novos artigos como esse diretamente no seu e-mail.

(sua privacidade garantida, livre de spam)

[contact-form-7 id=”2125″ title=”Rodapé do Post”]